segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Transferência de imagem - passo a passo

Vai ser longo, prepare-se, mas irá tudo bem explicadinho!

Essa é apenas uma das várias, mas várias formas de fazer transferência de imagem que ensinei na Convenção de Arte Decorativa.
Seja em tecido, tela de pintura já preparada com gesso acrílico, madeira, papel, metal e parede a transferência de imagem não tem produto especial, não tem mistério e não tem como errar se você tomar alguns cuidados.
Então vamos aos cuidados:
1) Você tem que saber qual será a utilidade do material depois de feita a transferência. Por exemplo, se você vai fazer sobre tecido, saiba que vai ficar duro. Assim, não pense que poderá ter uma noite se sono tranquilo sob um edredom todo transferido. Porém, se sua intenção é fazer pequenas imagens, em pequenos blocos, em algumas partes do edredon, então obterá êxito.Se for para um assento de banco ou poltrona poderá tranferir todinho!
2) Se vai fazer sobre vidro ou metal é preciso que passe uma demão de primer antes de iniciar o processo.
3) Se vai fazer sobre papel pense que deverá ser uma papel grosso e preparado para receber água e abrasão, logo pense em Canson grosso para aquarela. Porém se sua imagem não ultrapassar o tamanho de sua impressora sugiro que imprima.

Então vamos lá:
1) Escolha a sua imagem e olhe bem seu projeto e imagem. Se neles contêm informações como escrita ou se no seu projeto a imagem precisa ficar num lado específico, por exemplo o da esquerda, quando for fazer a cópia peça para que seja rebatida.
2) Sua cópia ou impressão, como queiram, precisa ser LASER. O que isso significa? Se você tem em casa uma impressora comum como 99% das pessoas têm, ela NÃO é laser. É jato de tinta. Essa impressão não serve. Vá numa casa de cópias e peça para fazer uma cópia laser, que nada mais é que o nosso dizer coloquial: eu quero fazer uma xerox colorida. Você pode levar a imagem numa pendrive se seu arquivo for digital e até mandar por email, ou a revista com a imagem que lhe agradou. Com essas informações sairá de lá com o material que precisa. Lembre-se, se tiver informações de escrita é preciso pedir para rebater.
3) Com a imagem na mão você, conforme seu projeto, recorte a parte da imagem que quiser transferir. Se quiser a imagem inteira recorte o papel branco que não tem impressão. Isso é importante, pois também a parte em branco do papel vai transferir e, se você não quer uma imagem com bordas, deverá retirá-la.

Material necessário:
1) A base para onde vai transferir, no caso o tecido, a madeira, a parede, enfim o local onde a transferência vai ficar.
2) Tinta acrílica branca ou Gel Medium Acrílico. Bem, aqui vai uma explicação bem explicadinha. Se você for utilizar uma tela para pintura já preparada com gesso acrílico, ou vai fazer sobre  madeira, vidro ou parede pode e deve utilizar a tinta acrílica branca. Se você vai transferir para tecido sugiro o gel medium acrílico. Porque isso? Por que o gel fica menos duro no tecido. Então virá a pergunta: Posso utilizar o Gel Medium nos outros materiais? PODE! Posso utilizar a tinta acrílica no tecido? PODE!
Apenas porque já testei faço essas ponderações. Mas, faça seus testes e então saberá a melhor forma de transferência que vai solucionar seus problemas.
Os dois produtos fazem transferência.
3) Passe qualquer um dos produtos na área que sua imagem ocupará. Se sua imagem é recortada, por exemplo, faça uma demarcação da área com um lápis a volta, mas faça fraco para depois não ficar aparecendo. Lembre que a impressão ficará em contato com o produto, logo, demarque com a imagem virada para o tecido, por exemplo.
4) O produto não precisa quantidades enormes e nem poupaças desmedidas. Use o bom senso, por favor!
5) Passado o produto, coloque  a imagem impressa sobre o produto, utilize um cabo de tesoura ou um rolinho para retirar as bolhas de ar que ficarão entre o produto e a imagem. Nesse momento você perceberá que se colocou produto demais pois ele sairá pelas bordas. CUIDE para que ele não vá para cima do papel, pois dificultará a remoção do mesmo. Como são produtos a base de água passe um pano a volta para remover o execesso. No caso do tecido que é uma trama e que sugiro que seja feito com Gel Medium Acrílico, não adianta muito, pois uma vez em contato, mesmo retirando ele ficará por cima. Nesse caso saiba que o problema será apenas de aquela parte ficar mais dura. No caso de você querer tingir ou colorir, a tinta não penetrará na fibra, assim a borda de produto que sobrou fará parte da decoração de sua peça. No caso de outros suportes, como a tranferência é sempre o primiero passo a ser feito, ele podeá receber tinta e, se for o caso de ser removido não terá a trama para penetrar. Deu para entender?
Então, vem outro componente importante: PACIÊNCIA. Faça isso à noite e deixe esse material secar até o dia seguinte. NÃO ADIANTA PRESSA! NÃO ADIANTA USAR SECADOR OU SOPRADOR TÉRMICO, OU MESMO SOL PARA ACELERAR A SECAGEM. Apenas o passar do tempo dará o resultado certo. Se não quiser ter frustações, lembre-se bem disso: Da noite para o dia, de um dia para o outro. TEMPO! Então, entoe um mantra, tome uma taça de vinho, namore, vá ver um filme, durma bem e deixe o produto secar e agir na imagem.
6) Bem, agora já estamos no outro dia e você já tomou café da manhã. Então você vai até seu material bem seco e com o auxílio de água começará a friccionar para retirar o papel branco de cima.
Aqui vai uma dica: Quando ainda estamos com essa camada forte de papel descobri que usando a esponja de louça semi usada, aquela que tem um lado amarelo e outro verde - sabe qual é? - molhado e com um pouco de sabão ajuda muito o trabalho de retirada. Mas, você tem que saber que temos que ter paciência, fazer movimentos circulares, começar de dentro para fora e quando nas bordas retirar para o lado de fora. Se sua intenção é não deixar bordas, ou deixar bordas irregulares como uma foto velha, então não se preocupe muito com as bordas. A esponja deve ser espremida para retirar o excesso de água e sabão. Você só vai usar a esponja quando ainda estiver com muita camada de papel.
7) Ainda molhado parecerá que está pronto, porém quando secar bem vai aperecer uma "penugem" de papel que deixará sua imagem ainda sem definição. Então proceda a retirada umedecendo o dedo na água e indo calmamente fazendo rosquinhas e retirando o restante - assim como se retira o final do bronzeado no corpo, hihihihihi! Molhe o dedo e não a imagem, assim ficará mais fácil de conseguir a quantidade de água suficiente para fazer as rosquinhas. Sugiro fazer isso com um copo de vinho, na frente da novela e batendo um papo gostoso com a família e as amigas...Muita calma nessa hora!!! Não é uma questão de força, mas sim de paciência.
Se você estiver fazendo a transferência sobre o tecido, mais calma nessa hora! Ele, por si só tem a textura da trama o que facilita arrancar pequenos pedaços da imagem com a frixação. Lembre, entoe um mantra, tome um vinho e seja feliz...calma,calm,.calm,.calma...
8) Se você fizer sobre a parede não se empolgue com o tamanho e com a quantidade, pois poderá ficar sem digitais. Depois não diga que não avisei! Hihihihihi... Projeto é tudo!!!!

Agora uma explicação sobre o Gel Medium Acrílico. Há importados e há duas marcas nacionais, que não vou nomear por motivos particulares - nenhum deles por falta de qualidade, mas por falta de apoio de ambas - que estão no mercado e se pode comprar sem problemas. Lembre-se TEM QUE SER GEL, pois ambas tem na forma líquida e não serve. Eles vêm em bisnagas pequenas e médias. Porém, você pode ir numa ferragem e pedir da marca Sherwin Williams ou Suvinil. Eu cheguei na Leroy Merlin e pedi ao atendente Gel Medium Acrílico e ele me mostrou os dois. Resolvi escolher o da Sherwin Williams por gostar mais da tinta acrílica branca que é mais branca que as outras e não amarela com a ação da madeira. Na lata está escrito: Metalatex - Color Base Efeito Decorativo. É a base de água, tem pouco cheiro e pode ser usado sobre o tecido. É fosco também. Eu uso esse produto para outra técnica, a de tranferência de impressão que faço por meio da tela de serigrafia.
Se for sobre tecido, não se preocupe, pode lavar a mão ou a máquina. Não sai. Porém saiba que tudo é perecível, logo nada é eterno. E essa é a melhor parte, pois podemos renovar tudo novamente com nossa criatividade. Quanto tempo? Sei lá! Depende do uso e da quantidade de lavações que serão feitas. Só você saberá!
Bem, prometi e cumpri. Agora espero que me mostrem suas experiências, me contem seus problemas se tiverem e façam suas perguntas. Mandem fotos! Vou postar aqui. Entrem em contato com o email criadonobrasil@gmail.com.
Me contem e mostrem tudo!
Boas transferências!
PS: Vou abrir Workshop que ministrarei aqui em Porto Alegre e preparei apostilas para mais técnicas de transferências. Anunciarei aqui. Me siga!


26 comentários:

Sarah disse...

Ai que show! Mas pergunta, pode ser até imagem colorida?
Estou pensando em arriscar a usar essa tecnica num all star de lona. Acha que ficaria legal? *-*
Obrigada por compartilhar uma tecnica tão legal.
Um abraço,
Sarah

Regina Coeli disse...

Querida Simone,

Que DELÍCIA de explicação!!!
Já abri meu arquivo para ter esa aula gravada.
Estou saindo para ver meu filho mais velho e ficarei fora por uns 15 dias...
Assim que retornar vou começar meus testes.
Agradeço de coração sua disponibilidade em compartilhar suas descobertas.
Beijinho carinhoso cá das Minas Gerais.

Regina Coeli

Nina Shô disse...

Olá Sarah! Sim, vc pode fazer sobre uma lona de All Star,mas tenha o cuidado de ver se ela não é encerada ou o tênis já tem sujeira e gordura. Se tiver, lave bem antes e está pronto para receber a transferência. Outra coisa, para a imagem ficar bem aderida ao pano procure colocar algo dentro dele que faça um suporte mais rígido e firme para que a secagem fique legal. depois é só retirar como e explicado. Muita calma nessa hora, lembra? É tecido e mais fácil de retirarmos a imagem com a fricção forte movida pela empolgação....somos todas iguais...apressadinhas! Boa sorte e me mostre as imagens!

Olha o que eu fiz... disse...

Nina,

Obrigada pela generosidade e paciência de explicar com tantos detalhes e bom humor...rssss...
Pretendo fazer uso da técnica e assim que tiver uma peça pronta, posto aqui. Uma pergunta.... tenho algumas ecobags que ganhei trabalhando em um congresso, mas as mesmas já tem a imagem do congresso em questão impressas no que eu acredito que seja silk screen (é aquela imagem que parece uma película plástica, sabe com é? Bom, pode ser que o nome nem seja esse...rssss) será que tem alguma maneira de eu remover essa película ou pintar com tinta para tecido antes de fazer a transferência e nesse caso, pintando, saberia me dizer se a tinta interfere no processo? Agradeço de antemão se puder me dar alguma informação mas se não puder, ainda sim fico grata com todo passo a passo que tão gentilmente dividiu.
BJs,
Gilian

Olha o que eu fiz... disse...

Nina, obrigada pelas respostas tão detalhadas em meu email. Assim que fizer a peça irei postar aqui, com certeza.
Parabéns por seu alto astral e generosidade.
Bjs,
Gilian
P.S.(olha, quanto ao vinho, nem precisava falar, mas já que falou então é porque tenho que dobrar a dose, né? 2 taças e não se fala mais nisso! kkkkk)

Julia Sáddi disse...

Oi Nina!
Amei seu texto super explicadinho, nos míiiinimos detalhes! : )
Vou tentar e depois te conto.
Beijinho, Julia Sáddi

Ana Felinto disse...

Fiquei encantada com esse método. Mas tentei fazer um mural na parede do meu quarto e quando fui retirar o papel no dia seguinte a maior parte da impressão saiu. Será que eu fiz algo errado? Minha parede está pintada com Tinta acrílica semi brilho branco gelo da Metalatex. Minha impressora é uma HP LaserJet P1505. O cartucho é recarregável, não é mais original. Pode me dar uma Luz? *-*

Ana Felinto disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Julio Lapagesse disse...

oi gostaria de saber se posso fazer a transferencia de um papel (chamex, sulfite) para um papel melhor (canson, fabriano e etc).

queria saber também se eu posso usar tinta acrilica branca tipo acrilex ou corfix. tinta normal, de cor branca serve ou precisa ser ela misturada com o gel medium?

adorei sua explicação.
brigado

Julio Lapagesse

Amelia Arnone disse...

Muito bem explicado...parabens e obrigado pela dica.
preciso de perguntar algo, eu fiz esta transparencia com um produto da corfix...a procedencia me parece ser a mesma, voce ja usou? qual foi o resultado

Priscila disse...

oii..obrigada por compartilhar,estou encucada nisso,ja gastei gastei e não consegui fazer ainda,mas não desisti..a tinta acrilica branca eh para pintar a peça de mdf ou eh para fazer a transferencia? eu pedi na casa de tintas gel medium acrilico,e me venderam gel base efeito decorativo da suvinil,qdo passei na peça percebi que secou tão rapido que não colou bem o papel,deixei la 12h, mas não deu certo..saiu tudo..não queria desperdiçar esta lata,porem ja encomendei pela net o outro produto,que vc não citou nome,ele ta dificl de achar..
e outra coisa eh que pesquizando vi que poderia ser feito com co,a diluida em agua sera que da certo? ja tentou?? te aguardo anciosamente!!obrigada bjus..

Nina Shô disse...

Priscila, se vc fez cópia laser como indiquei, jamais poderá transferir a imagem com água. Se fez ímpressão em jato de tinta a água deixará uma borrão só. Assim que água JAMAIS funciona para transferir.
Tinta acrílica branca e gel medium indiquei para fazer transferência. Ambos transferem a imagem. O que volto a ressaltar é que a tinta branca como meio de transferir FICA APARECENDO. o Gel fica TRANSPARENTE sobre a superfície usada.
Penso que não soube me explicar,mas o preparo que será dado na superfície escolhida deve seguir as instruções específicas para ela. O fundo, vc escolherá conforme seu projeto. A imagem deve ser colocada sobre a tinta/ou gel médium (dependerá de sua escolha) ainda bem molhados. Por isso saliernto que é necessário esperar, tomar um vinho, ir dormir e deixar a secagem trabalhar tranquila.
Quanto ao Médium da Sherwin Willians que indiquei, ressalto novamente: ELE É BEM AGRESSIVO E DEVE SER USADO SOMENTE EM SUPERFÍCIES MAIS BRUTAS, tais como parede, madeira, tela de pintura, metal... Sobre tecido ele endurece muito! Já o Gel Médium das marcas Corfix,Acrilex, Liquitex ou outras marcas que vc encontra em lojas especializadas em material para artista profissionais e mais macio e pode e deve ser usado sobre tecido.
Muitas já perguntaram e vou responder aqui diretamente: a Corfix lançou um produto com o nome de Image transfer que pode ser comprado em casas que vendem material para artesanato. Se quiserem comprar e pagar mais caro, apenas pelo que está escrito nome, estejam a vontade. O produto que ali está é o Gel Médium em outra embalagem, com roupa nova, descrito no rótulo para suas necessidades E CUSTA MUITO MAIS CARO que comprar o tubo que está escrito apenas Gel medium.
JAMAIS consegue-se retirar absolutamente toda a felpa de papel de cima sem retirar a própria imagem - explicando melhor, jamais uma transferência ficará igual a uma impressão laser, brilhante e impecável. Sabendo disso você deve usar por cima um verniz spray fosco que irá evidenciar as cores e cobrir as penungens do papel que não sairão.
Onde vc compra verniz spray fosco? Em casas para produtos artesanais, para artes plásticas e você encontra das marcas Acrilex, Corfix e alguns importados.
Aproveite as dicas e depois me conte como ficou. Abs

Nina Shô disse...

Lendo agora acho que devo explicar melhor mais algumas coisinhas.
Quanto a quantidade de Gel ou tinta acrílica: Não há necessidade de você colocar uma camada grossa demais e tão-pouco puxar tanto que em determinadas partes a finura já tenha secado antes de vc chegar a pegar o papel com a imagem. Bom senso gente!
Outra coisa, o spray somente deve ser aplicado no momento em que você decidir que não retirará mais as felpas de cima. Ou seja, quando você decidiu que está terminado, então, como acabamento final, aplique o verniz spray.
Algo mais importante ainda, SEMPRE FAÇA UM TESTE ANTES PARA VER COMO FICARÁ. Teste pressupõem um tamanho pequeno. Jamais parta direto para o trabalho final, principalmente se ele for do tamanho da Capela Sistina!!! kkk
Por favor pessoal, bom senso para começar é a melhor coisa. Depois acompanhe com o vinho.

Arlete Fonseca de Andrade disse...

Olá, eu quero fazer em uma chapa de metal. Posso usar tinta branca acrílica ou gel médium acrílico tb.?
Outra dúvida. Posso colocar na chapa a foto revelada em papel fotográfico ao invés da cópia a laser?
Muito obrigada.
Adorei suas dicas

Nina Shô disse...

Arlete, pode ser em base de metal, mas antes de escolher se gel ou acrílica branca recomendo que vc utilize um primer, pois o metal necessita pré tratamento para receber tinta acrílica, gel acrílico e até a transferência.
Arlete, não pode ser outra coisa que cópia LASER em papel sulfite (fino). Mas isso vc já sabia né, estava me testando... kkkkk
E outra pergunta Arlete, este metal está pintado? Está natural? Isso é importante saber, pois se vc imagina passar uma inagem sobre a chapa de metal ao natural, pode esquecer. Não funciona. Se a chapa está pintanda com tinta, por exemplo, automotiva não funciona. Uma coisa é fazer a transferência utilizando esta técnica, outra é trabalhar a base em que ela será empregada. Não misturem as coisas, por favor! Para tratar melhor sua base em metal, recorra a entendidos na questão. Boa sorte!

Arlete Fonseca de Andrade disse...

Oi Nina Shô, eu sou totalmente iniciante. Estou aprendendo agora a fazer fotogravura. Antes da sua excelente dica fiz uns absurdos como usar foto, rsrsrs, mas td. é aprendizado, né? O metal é latão e alumínio e comprei na loja de metais a chapa com as medidas de 10 x 15 para eu iniciar os testes. Não tem nada nela. É limpinha. Eu lavei a chapa com sabão para tirar gordura, passei o gel e coloquei a imagem a laser nela. Infelizmente li sua mensagem agora, e já havia feito. Mas tudo bem, faz parte da experiência. O que que é Primer? Em lojas de materiais de artes vende ou é em outro lugar? Peço por este nome mesmo?
Muito obrigada e aguardo ansiosa sua resposta para eu fazer de novo e acertar desta vez.
Um abraço,

Daniele Francini disse...

M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-A toda a sua explicação! Toda a sua paciência!
Adorei! Eu fiz um curso dessa técnica hoje. Mas a minha profe não quis me dizer o nome do produto que ela me vendeu. Então resolvi pesquisar na net. E cheguei até vc.
Ela (a profe) me vendeu 90 ml desse produto que ela nomeou de transferência, e custou R$6,90. Achei caro! Eu tinha certeza que existia algum produto que eu pudesse comprar em maior quantidade por menor preço! Obrigado por esclarecer tão minuciosamente a questão! Parabéns e muito Sucesso! Um abraço

ofera10 disse...

tenho uma outra fórmula , mas o produto químico é perigoso, bom todo o produto
químico é perigoso ,quem quiser tentar..........

ofera10 disse...

tenho uma outra fórmula , mas o produto químico é perigoso, bom todo o produto
químico é perigoso ,quem quiser tentar..........

Leo Nunes disse...

Ola Nina. Só uma dúvida: qual parte da esponja de cozinha devo usar a amarela (macia) ou a verde (grossa)?

Nana Mac disse...

Ola Nina,
Estou chegando agora nesse mundo do artesanato e querendo fazer transferências em tecidos, Mdf e METAL (tambor de óleo) já vi vídeos de como fazer em tecido e mdf, porém no metal não achei nadica. Quais materiais e passo a passo para conseguir fazer uma transferência de imagem no metal?

Bartolomeu Gomes disse...

Fiz todo o passo a passo e tive total paciência. Mas quando fui retirar o papel ficou enormes borrões na imagem. Perdi completamente o trabalho. O que me deixou confuso foi que das partes que ficaram na madeira ficou tão resistente que tive quer lixar com uma lixa grossa. Por que em alguns cantos ficaram tão frágeis a ponto de sair com o dedo e em outros tão resistente?
Agradecido

binha disse...

Nina, a aplicação pode ser feita sobre madeira pintada?

binha disse...

Nina, a aplicação pode ser feita sobre madeira pintada?

Léo Pedrini disse...

Nossa. Muito bom esse post. 1001 ideias na cabeça, e algumas dúvidas.

Vamos lá:
1- Imagine que tenho uma área a ser coberta que é maior que a imagem transferida. Uma peça de madeira, por exemplo. Vou usar o Gel pois é incolor. Devo aplicar na madeira TODA ou só correspondente ao tamanho do papel? A duvida é se a área do papel sem impressão fica com um tom (brilho, ou sei lá o que) diferente do restante da madeira onde não recebeu gel.

2- Posso aplicar qualquer verniz sobre a madeira? Ou tem que ser algum compativel com a tecnica usada? (vc falou do spray, eu tenho um verniz incolor e resina pra piso incolor que uso sobre cimento...)

3- Esses gel de marcas de tinta que você falou, o efeito é o mesmo o de artesanato tem alguma qualidade a mais?

Desculpe tantas perguntas, vou tentar fazer essa semana algo parecido. Qd vi na internet em ingles, tentei usar gel removedor de tinta. Não sabia da existência desse gel acrílico :D

Renan Segabinazzi disse...

Minha única dúvida é, se o gel médium tem alguma alternativa mais barata, e qual verniz usar após terminar a peça, fiz um teste preto e branco, com cola pva e água, ele transferiu, porém teve algumas falhas, claro minha ansiedade não deixou eu esperar até o outro dia, e toquei água umas 4 horas depois heheheheheh, então gostaria de saber se o gel é melhor que a cola branca, e qual verniz usar depois de pronto, tipo verniz incolor serve, ou tem algum especial, minha ideia é fazer pequenos quadros e vender para amigos e amigos dos amigos, obrigado!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...